Jovem Aprendiz Bancos - 100 Vagas - Inscrições Abertas

Jovem Aprendiz Bancos - 100 Vagas - Inscrições Abertas - 4.9 de 5 totalizada em 186 Notas

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Você jovem, já pensou em começar sua carreira em uma das maiores empresas do Brasil? Então confira como inscrever-se a uma vaga de Jovem Aprendiz Bancos em 2016.

Ensino Social Profissionalizante está com inscrições abertas para o Programa Jovem Aprendiz. São 100 vagas, voltadas para jovens de 18 a 22 anos, que atuarão com rotinas administrativa e de atendimento, em uma instituição bancária de grande porte.

As oportunidades são para início imediato e têm carga horária de 6h, de segunda a sexta-feira no período da manhã, das 10h às 16h. Oferecem registro CLT, salário fixo, benefícios, além de possibilidade de constituir uma carreira promissora na empresa.

 

Como fazer sua inscrição no Jovem Aprendiz Bancos:

SAIA NA FRENTE! Confira os processos seletivos das maiores empresas do Brasil para 2017.
Banco do Brasil Bradesco Boticário
Caixa Coca-Cola Correios
CIEE Nestlé Petrobras
Itaú Senac Senai

Para participar, é necessário estar cursando o ensino médio no período noturno ou já ter concluído. Os interessados devem se cadastrar no site www.espro.org.br e enviar o currículo para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Espro

O Espro – Ensino Social Profissionalizante é uma organização sem fins lucrativos que atua na capacitação profissional para inclusão de jovens no mercado de trabalho. Fundado, em 1979, por iniciativa de unidades do Rotary Club, o Espro tem como essência a transformação social, pois capacita e encaminha para o mundo do trabalho, mais de 22 mil jovens em vulnerabilidade social, por ano.

Com sede em São Paulo, o Espro, conta também com unidades de atendimento na capital e região metropolitana. A demanda nacional é atendida por filiais espalhadas por todo Brasil, localizadas estrategicamente nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Brasília, Porto Alegre e Campinas. Conta também com Polos Regionais.

São três os pilares de atuação da instituição:

1. Formação para o Mundo do Trabalho
2. Aprendiz
3. Departamento de Desenvolvimento Social

A instituição capacita, prepara e encaminha jovens para empresas em diversas regiões do país, por meio de sua inserção em Programas de Aprendizagem de acordo com a Lei 10.097/00 (Lei do Aprendiz). Essa preparação se dá sendo uma das principais ações sociais disponibilizadas pelo Espro: a Formação Profissional para o Mundo do Trabalho, curso gratuito, com foco comportamental, que oferece grande diferencial na formação de jovens de baixa renda e auxilia significativamente o seu ingresso e adaptação no mundo do trabalho.

O Espro é um das instituições mais engajadas na causa da Aprendizagem no Brasil. Participa e apoia todas as iniciativas governamentais, empresariais e do terceiro setor que possam fomentar a oportunidade de primeiro emprego aos milhares de jovens brasileiros. Desde 2000 faz parte de Fóruns, comissões e trabalhos que possam alavancar a inclusão social por meio da capacitação social e dos programas de Aprendizagem.

O atendimento do Espro é destinado aos jovens entre 14 e 24 anos, em situação de vulnerabilidade social, matriculados ou concluintes da rede pública de ensino, inclusive portadores de deficiência. Há também para as famílias, atividades que envolvem qualidade de vida e estimulo à geração de renda, que possibilitam aos pais dos jovens atendidos a oportunidade de acesso aos direitos, reciclagem profissional, apoio ao vínculo familiar e, consequentemente, promoção da inclusão social.

Para garantir a Aprendizagem, os jovens recebem orientações das áreas Educacional e de Acompanhamento do Espro, que são responsáveis pela capacitação e monitoramento da Aprendizagem teórica e comportamental dos jovens, além de áreas de relacionamento e apoio aos gestores das empresas parceiras. Os pais também acompanham o desenvolvimento dos jovens, em reuniões periódicas, desenvolvidas e organizadas pelo DDS - Departamento de Desenvolvimento Social.

O Sistema Didático é próprio, os instrutores são totalmente capacitados e o Sistema de Avaliação é online, o que faz do Espro uma instituição diferenciada e inovadora. O jovem ainda possui canais de atendimento personalizados, por telefone, chat, e-mail ou presencial. Nossa equipe também dispõe de consultores especializados, da área de Marketing e Relacionamento, que atendem e orientam as empresas sobre os Programas de Aprendizagem e como tornar-se um parceiro Espro.

Para estimular a criatividade e promover uma formação integrada e multidisciplinar, o Espro oferece, aos jovens, aulas gratuitas de coral, música, dança, interpretação e percussão corporal. Assim, pode ampliar os conhecimentos deles e contribuir para o desenvolvimento de habilidades de relacionamento inter e intrapessoal, além de aprimorar o espírito crítico necessário para uma cidadania responsável.

Boas práticas

O contínuo monitoramento dos processos para obtenção de melhorias faz parte de nossa rotina e, prova disso, são as certificações conquistadas pela instituição, a ISO 9001:2008, escopo “Gestão do Vínculo Empregatício dos Aprendizes que atuam na cidade de São Paulo” e a certificação NGO Benchmarking no período de 03/12/2008 a 03/06/10 que atesta as melhores práticas em governança e padrões internacionais de gestão no Terceiro Setor. Além disso, o Espro é referência pelos trabalhos que desenvolve e foi uma das primeiras instituições do terceiro setor a receber o selo Parceiros da Aprendizagem, concedido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) às instituições que se destacam pelas boas práticas e cumprimentos legais.

Com objetivo de amadurecer, junto com todos os públicos estratégicos, as vertentes de aprendizagem, tornando-a viável e bem sucedida, o governo criou o Fórum Nacional de Aprendizagem Profissional. O Espro foi um dos protagonistas para a fundação do Fórum e o integra desde então, participando ativamente de todos os debates. É membro também do FOPAP – Fórum Paulista de Aprendizagem. A proposta destes fóruns é pensar em estratégias e implementar no estado de São Paulo e em todo país.

O Espro tem ainda representação no COMAS - Conselho Municipal de Assistência Social - por meio de duas cadeiras titulares no Conselho e uma como suplente. E é associado a FEBRAEDA, entidade de assessoramento e defesa das entidades de assistência social que promovem o ser humano em condições de vulnerabilidade e risco social, através da integração ao mercado de trabalho e do fortalecimento dos vínculos familiares. A atuação do Espro nesses órgãos intensifica o desenvolvimento de ações sociais visando beneficiar o maior número de jovens, familiares e comunidades.

O Rotary foi fundado em 1905, nos EUA. É a primeira associação de clubes de prestação de serviços no mundo e reúne mais de um milhão de empresários, profissionais e líderes comunitários, conhecidos como rotarianos, em mais de 200 países do mundo.

Com o intuito de prestar serviços humanitários, enfatizar altos padrões éticos em suas profissões e ajudar a promover a boa vontade e paz mundial, os sócios do Rotary Club, emprestam seu tempo para promover projetos comunitários, sempre com o lema “Dar de si, antes de pensar em si”.

Para os jovens, promovem iniciativas para o desenvolvimento profissional e patrocinam oportunidades educacionais e intercâmbio para estudantes, professores e outros profissionais.

Fundado em 1924, o Rotary São Paulo é responsável por instituições como: Fundação de Rotarianos de São Paulo, Colégio Rio Branco, Faculdades Integradas Rio Branco, Movimento Pró-Idosos (MOPI), Associação Feminina do Rotary Club de São Paulo (AFROSP) e Espro.

O Rotary Club São Paulo patrocina duas iniciativas que envolvem jovens em trabalhos comunitários voluntários: o Interact e o Rotaract. Promove ainda um prêmio e eventos que estimulam a liderança, a escolha da profissão e o esclarecimento de assuntos ligados a juventude. Ao Espro cabe apoiar e incentivar a participação dos jovens Aprendizes nestas iniciativas que vêm complementar o programa de capacitação e de Aprendizagem.

Lei da Aprendizagem

Nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005. Determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional.

No âmbito da Lei da Aprendizagem, Jovem aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo, ao mesmo tempo, formação na profissão para a qual está se capacitando. Deve cursar a escola regular (se ainda não concluiu o Ensino Médio) e estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa.

Quem pode ser Jovem Aprendiz 2016

Jovens de 14 a 24 anos incompletos que estejam cursando o ensino fundamental ou o ensino médio. A idade máxima prevista não se aplica a aprendizes com deficiência. A comprovação da escolaridade de aprendiz com deficiência mental deve considerar, sobretudo, as habilidades e competências relacionadas com a profissionalização.

Jornada de Trabalho do Jovem Aprendiz 2016

A jornada de trabalhodo Jovem Aprendiz não deve ser superior a seis horas diárias, admitindo-se a de oito horas para os aprendizes que já tiverem completado o Ensino Médio, se nessa jornada forem computadas as horas destinadas à aprendizagem teórica.

Benefícios do Jovem Aprendiz 2016

O contrato de aprendizagem é um contrato de trabalho especial, com duração máxima de dois anos, anotação na Carteira de Trabalho e Previdência Social, salário mínimo/hora e todos os direitos trabalhistas e previdenciários garantidos.

aprendiz contratado tem direito a 13º salário e a todos os benefícios concedidos aos demais empregados. Suas férias devem coincidir com o período de férias escolares, sendo vedado o parcelamento.

Como se inscrever no Jovem Aprendiz 2016

Cada empresa tem sua forma de inscrição. Clique aqui e digita o nome de sua cidade, ou empresa e veja vagas abertas próximo a você!